Prefeitura de Itajaí

SEMASA | Serviço Municipal de Água, Saneamento Básico e Infraestrutura

SAC 0800 645 0195 (47) 3344 9000

Descrição dos parâmetros analisados

O controle da qualidade da água tratada e distribuída obedece aos procedimentos estabelecidos na Portaria 2.914 de 12 de dezembro de 2011, relativos à qualidade para consumo humano e ao seu padrão de potabilidade. As análises rotineiras do controle do tratamento, com valores médios mensais relacionados no quadro anexo, são:


pH

É o valor que exprime a intensidade com que a água é ácida ou alcalina. Uma água é ácida quando o valor de seu pH é inferior a 7,0; neutra quando seu valor for igual a 7,0 e alcalina quando seu valor de ph for superior a 7,0. A Portaria 2.914/11 do Ministério da Saúde recomenda que o pH da água distribuída deverá ser no mínimo 6,0 e no máximo 9,5.

Cor

São alterações na coloração da água causadas em sua maioria pelo contato da mesma com substâncias de natureza orgânica (matéria vegetal ou animal) e/ou substâncias inorgânicas (partículas metálicas finamente divididas e dispersas na água). A Portaria 2.914/11 do Ministério da Saúde recomenda que a água distribuída deve possuir no máximo 15,0 U.C.

Turbidez

São alterações ocorridas no aspecto visual da água, causadas pela presença de partículas sólidas em suspensão finamente divididas ou em estado coloidal. As presenças destas partículas deixam a água com aspecto turvo e indesejável ao consumo. A Portaria 2.914/11 do Ministério da Saúde recomenda que a água distribuída deve possuir no máximo 5,0 N.T.U.

Fluoreto

É um íon adicionado à água tratada sob forma de solução e sua adição á água tratada tem por objetivo a prevenção da cárie. A Portaria 2.914/11 do Ministério da Saúde recomenda que deve ser observada a legislação específica vigente, e na nossa região, o valor máximo deve ser 1,5 mg/l.

Cloro

O cloro é um agente bactericida. É adicionado durante o tratamento com o objetivo de eliminar bactérias e outros microrganismos que podem estar presentes na água. Á água entregue ao consumidor deve conter, de acordo com a Portaria 2.914/11 do Ministério da Saúde, uma concentração mínima de 0,2 mg/L de cloro residual.

Coliformes totais e fecais

Os coliformes totais constituem-se em um grande grupo de bactérias que são utilizadas como indicadores da qualidade da água, originários de solos poluídos e não poluídos e fezes de seres humanos e outros animais de sangue quente. Os coliformes fecais são um grupo de bactérias que indicam a contaminação da água somente por fezes. Se uma amostra apresentar resultado positivo para coliformes totais é feita imediatamente uma re-coleta da amostra para nova avaliação e, persistindo o resultado, são tomadas ações corretivas na rede de distribuição do sistema, com análises posteriores para nova avaliação. A Portaria 2.914/11 do Ministério da Saúde permite que em sistemas que coletem mais de 40 amostras por mês apresentem resultados positivos para 5% das amostras coletadas. Para sistemas que coletem menos de 40 amostras por mês é permitido que apenas 1 amostra apresente resultado positivo para coliformes totais.


SAC 0800 645 0195 (47) 3344 9000

escreva@semasaitajai.com.br

Serviço Municipal de Água, Saneamento Básico e Infraestrutura

Rua Heitor Liberato, 1189, São Judas, Itajaí, SC, CEP 88303-101